Governo do Rio de Janeiro
 

Detran-RJ

 
 
 
 

Notícias

23/08/2019 14:29:00

CARTEIRA DE IDENTIDADE: EMISSÃO PELO DETRAN COMPLETA 20 ANOS



Nesta sexta-feira, 23, completam-se 20 anos da primeira emissão de carteira de identidade feita pelo Detran.RJ. Em 1999, o documento deixou de ser emitido pelo Instituto Félix Pacheco e passou a ser de responsabilidade do departamento. Nesse período, mais de 21 milhões de carteiras foram impressas, os dois bancos de dados da população foram sendo reunidos e o processo de confecção se automatizou, permitindo a inclusão de itens de segurança no documento, além de agilidade na confecção. 
 
Para se ter ideia, há 20 anos, ao dar entrada no documento de identificação civil, o atendente do protocolo era a pessoa responsável por atribuir o número da identificação, após consulta em livros. Hoje, o processo é totalmente automatizado, evitando os erros de duplicidade da numeração.  
 
Além disso, se naquela época o documento levava 30 dias para ficar pronto, atualmente, o prazo máximo é de cinco dias. O avanço da tecnologia e o investimento do Detran.RJ foram os responsáveis pelo produto que se tem hoje, incluindo a garantia de direitos, como a colocação do nome social e de diversos números que acompanham o cidadão ao longo da sua vida. Entre eles estão o título de eleitor, o CPF e o NIS (Número de Identificação Social).
 
“As pessoas não têm ideia do nível de tecnologia aplicada hoje para que obtenham o documento. O processo está totalmente automatizado, permitindo agilidade e confiabilidade à identificação. Afinal, o documento da identificação civil é o que garante cidadania a toda a população. No Estado do Rio, são mais de 16 milhões de habitantes. Todos, nosso público-alvo”, explica o diretor de Identificação Civil, Alexandre Mattioli. 
 
Ao longo dos anos o documento sofreu modificações. Em 2001, entrou em operação, na sede do Detran, o Centro de Impressão, operado pela Casa da Moeda, o que permitiu melhorar a qualidade gráfica das carteiras emitidas. Assim, foi possível reformular o processo de impressão que passou a ter imagens digitalizadas e outros dispositivos gráficos de segurança que reduziram, significativamente, a fraude ou a falsificação. Além das próprias características da personalização da carteira, respeitadas as restrições legais em vigor. 
 
As informações impressas na parte interna da carteira em código de barras bidimensional, que permitiam a certificação de identidade off-line, foi outro grande avanço porque permitiu só atribuir um novo RG após o completo processamento e validação do pedido.  Diferente do que ocorria anteriormente, quando o registro era concedido no protocolo, sem verificação.
 
Com a modernização dos sistemas no Detran ao longo dos anos também foi possível, no caso de pedidos de segunda via de carteiras, reduzir o prazo de entrega dos antigos 30 dias para o atual prazo máximo de cinco dias. 
 
Em abril desse ano, o Detran.RJ passou a emitir o novo modelo da identidade, que permite a inclusão do nome social, ícones para deficientes e condições de saúde do portador. O Rio de Janeiro foi o quarto estado a adotar a atualização do documento, que deve ser implementado em todo o país até março de 2020. Até o momento, há o registro de 532.665 carteiras impressas neste formato, totalizando 21.747.990 emissões nas últimas duas décadas.
 
A primeira via do documento é um direito de todo cidadão e continua gratuita, como preconiza a Lei nº 7.116. Já a segunda via tem a taxa de R$ 38,58. Apesar de não ser uma exigência, é recomendado que as pessoas tenham a identidade com uma foto recente, que realmente as identifiquem. 
 
A foto atual também é importante em algumas ocasiões, como em viagens para países do Mercosul, pois é obrigatória a apresentação do documento que tenha sido tirado nos últimos dez anos e na realização de concursos públicos, que também aconselham a versão atual porque o ideal é que seja apresentado um documento que identifique o candidato. 
 
Outro ponto importante é o trabalho do setor de identificação do departamento que realiza ações sociais, nas comunidades menos favorecidas do Rio de Janeiro, para garantir o fornecimento de documento de identidade a pessoas que nunca tiveram acesso a esse serviço. Já foram realizadas centenas de ações em áreas carentes, beneficiando centenas de milhares de cidadãos fluminenses.
 
Para tirar a identidade basta agendar o serviço pelo site do Detran (www.detran.rj.gov.br) ou pelo teleatendimento (3460-4040 na Região Metropolitana e 0800-0204040 no interior). Ir ao posto no dia e horário marcado, de posse da certidão de nascimento ou casamento originais. A primeira via é gratuita, mas para pedir a segunda via é necessário para o Duda para realizar o procedimento.

 
 
 

 

 

DETRAN.RJ

Horário: de segunda a sexta, das 8h às 17h.

Telefones: 0800-020-4042 / 3460-4042 , de segunda a sexta-feira, das 8h às 20h.

Avenida Presidente Vargas, 817 - Centro, Rio de Janeiro - RJ | 20.071 - 004